Médico turco preso por supostas ligações ao movimento Gülen morreu de ataque cardíaco na prisão

Ali Özer, um médico de 48 anos que foi preso por supostas ligações ao movimento religioso Gülen, morreu de um ataque cardíaco na prisão de Çorum.
Özer tinha sido o médico chefe adjunto do Hospital Estatal de Ankara Nallıhan.
O médico morreu no Hospital de Ensino e Pesquisa de Çorum, para onde foi levado depois de sofrer um ataque cardíaco na estadia na prisão.
O corpo de Özer foi levado para o Conselho de Medicina Forense de Ankara para autópsia.
A Turquia viveu uma tentativa de golpe militar em 15 de Julho que matou mais de 240 pessoas e feriu mais de mil. Imediatamente depois do golpe, o governo do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), juntamente com o presidente Recep Tayyip Erdoğan, culpou o movimento Gülen.
O movimento nega qualquer envolvimento.
Houve muitos casos de suicídio e mortes na prisão, alguns dos quais foram considerados suspeitos, de pessoas que foram afetadas pela purga de seguidores do movimento Gülen.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: